Artigos, Reflexões, Notícias e Atualidades.
 
InícioInício  PortalPortal  GaleriaGaleria  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  Conectar-seConectar-se  Registrar-seRegistrar-se  
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Últimos assuntos
Tópicos similares

Compartilhe | 
 

 Os Estados Unidos enviam mais soldados para a guerra do que missionários

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Presbítero Maurício
Admin
avatar

Mensagens : 352
Data de inscrição : 27/07/2010
Idade : 59
Localização : Campos do Jordão SP Brasil

29032013
MensagemOs Estados Unidos enviam mais soldados para a guerra do que missionários



É uma praga terrível sobre o cristianismo evangélico que nossas igrejas têm enviado mais soldados para o Oriente Médio do que missionários.

O domingo antes do Dia Memorial (Memorial Day) não é um dos meus favoritos. A celebração do “patriotismo” ou do “Memorial Day”, cerimonias que acontecem nas igrejas, são absolutamente repugnantes.

As igrejas incentivam os seus veteranos à usarem seus uniformes militares. Um reconhecimento especial é dado para aqueles que “serviram”. Orações são oferecidas em nome das tropas, não que eles deixem de lutar as guerras em outros países, mas para que Deus mantenha-os fora de perigo e proteja-os. São realizadas menções das tropas que defendem nossas liberdades.

Nestas ocasiões as Igrejas são decoradas por dentro e por fora, com bandeiras dos Estados Unidos da América. Às vezes por grandes bandeiras penduradas nos tetos ou adornando as paredes. Outras vezes, centenas de bandeiras são presas ao chão próximo à entrada da igreja. Ou então as duas coisas. Algumas congregações são convidadas a recitarem o juramento de lealdade.

Igrejas cantam hinos de adoração ao Estado em vez de hinos de adoração sobre a pessoa de Cristo e sua obra. Canções como “My Country, “Tis of Thee”, “America the Beautiful”, “We Salute You, Land of Liberty,” e “This Is My Country”. Algumas igrejas vão ainda mais longe e cantam “God Bless America” (Deus abençoe os EUA). Muitas igrejas cantam o blasfemo “Battle Hymn of the Republic” (Hino de Batalha da República).

Eu sei que estas práticas são comuns por causa um grande número de pessoas me enviaram e-mails demonstrando estarem descontentes sobre o que ocorreu em suas igrejas neste domingo que antecedeu o Memorial Day.

Na maioria dos casos nem sequer é necessário visitar uma igreja no domingo anterior Memorial Day para saber o que se passa lá dentro. Basta olhar para a fachada da igreja. Em vez de um versículo bíblico ou de um anúncio de um evento que estaria por acontecer, estamos mais propensos a ver algum slogan patriótico, muitas vezes com um tema cristão.

Eu vi pessoalmente dois sinais deste ano, que eu acho particularmente ofensivo, não só para a minha fé cristã, mas para realidade:

Orem pelas tropas, Deus estará com eles.

O Soldado americano e Jesus Cristo, um dá a vida pela sua liberdade, e outro pela sua alma.

Sim, devemos orar pelas tropas. A Bíblia nos diz em 1 Timóteo 2:1 que “Admoesto-te, pois, antes de tudo, que se façam deprecações, orações, intercessões, e ações de graças, por todos os homens;” Mas o que devemos orar? Que Deus abençoe as tropas enquanto ferem, mutilam, matam e destruam vidas, onde não existe nenhum propósito ou finalidade neste negócio? Desde quando vestir um uniforme militar serve de desculpas para matar alguém que você não conhece, mesmo estando em seu próprio país e não servem de qualquer ameaça para o povo americano. até o momento que os militares dos EUA invadam e ocupam o seu lar?

Que Cristo deu sua vida para nossas almas é indiscutível, mas os soldados americanos dão a vida pela nossa liberdade? Você sabe que perdemos nossa liberdade desde o momento que as tropas “defenderam nossa liberdade” após o 9/11?

Houve na história americana qualquer guerra externa, ação militar, ações secretas da CIA, ou a intervenção de qualquer tipo em qualquer país que tinha o propósito de defender as nossas liberdades mencionados na Declaração de Direitos? Claro que não. “E eu não consigo pensar em nada mais blasfemo do que quando citam Jesus Cristo, o Senhor, o Filho de Deus, o Príncipe da Paz no mesmo fôlego como um soldado dos EUA que injustamente lançam bombas, mutilam, matam, e depois morrem em vão e por uma mentira”.

É tempo dos cristãos matarem o bezerro de ouro dos militares. Os cristãos devem deixar de ingressar nas forças armadas . Eles deveriam parar de incentivar seus jovens a se alistarem. As igrejas americanas devem ser desmilitarizadas.

É uma praga terrível sobre o cristianismo evangélico que nossas igrejas têm enviado mais soldados para o Oriente Médio do que missionários. Se os cristãos estão tão preocupados com a ameaça do fascismo islâmico, então qual a melhor maneira de enfrentá-lo do que com o Evangelho de Cristo?

Por: Laurence M. Vance

Quero deixar bem claro, que o intuito deste artigo, não é criticar o cristianismo norte-americano, mas de mostrar como o governo está infiltrado dentro das denominação através de falsos mestres, propagando uma falsa guerra, induzindo os jovens a matar na luta por uma falsa paz, em busca de uma falsa liberdade. Tudo isso motivado estritamente por interesses pessoais, que nos conduziram a implementação de uma Nova Ordem Mundial.

O verdadeiro soldado de Cristo não mata pessoas, ele vai ao inferno para resgatá-las das mãos de satanás. Ele entrega a sua vida em prol dos amargurados de espírito, e o põe em liberdade.

Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. Efésios 6:12
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.casadooleiro.livreforum.com

 Tópicos similares

-
» Sai a lista dos pastores mais ricos dos Estados Unidos.
» frete dos eua - brasil
» foi realizada a abertura da primeira casa de oração ministério de Jandira, nos Estados Unidos, Cidade de Columbus no Estado de Ohio
» Igreja Mundial inaugura templo nos Estados Unidos
» O maior pátio ferroviário do mundo
Compartilhar este artigo em: diggdeliciousredditstumbleuponslashdotyahoogooglelive

Os Estados Unidos enviam mais soldados para a guerra do que missionários :: Comentários

Nenhum comentário.
 

Os Estados Unidos enviam mais soldados para a guerra do que missionários

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 

Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Brasil Cristão :: Notícias Gospel :: Mundo-
Ir para: